Home / Noticias / NOTA DE REPÚDIO

NOTA DE REPÚDIO

NOTA DE REPÚDIO PREFEITURA DE CURRALINHO AOS ATOS DO SINTEPP

A prefeitura de Curralinho junto aos servidores municipais vem a publico repudiar toda e qualquer formar de violência, feito pelo movimento grevista do SINTEPP, o qual tenta tirar um fato jurídico e traze-lo para o campo politico, para isso usa de todas as estrategias de afronta e não diálogo para solução dos problemas já apontados pela ADI em caráter liminar o qual a prefeitura de Curralinho teve que acatar.
 
Repudiamos o primeiro ato contra os prédios como o da SEMED que teve seus cadeados quebrados para ocupação, o que obrigou a prefeitura deslocar seu agente de segurança da vila do piriá para salvaguardar o andamento dos serviços públicos do prédio da PMC, o qual, naquele momento, apenas evitou que todos os manifestantes entrassem de uma vez no prédio, mas não impediu que que os representantes entrassem o que fez com que os professores batessem nos portões, gritassem palavras de ordem, e com grande barulho que deixou funcionários em pânico, uma servidora gravida entre outras passaram mau com o susto.
 
Repudiamos todas as tentativas de tirar o foco da decisão liminar nas redes sociais, através de memes, expressões de caráter moral e até em tom de ameaça a integridade física e moral, o que dificultou ainda mais o diálogo e tentou influenciar e inflamar a opinião publica sobre a questão e deu margem para atos mais agravantes.
 
Repudiamos o ultimo ato grevista, que pelas ameaças impediu o comparecimento da Prefeita Alda Aires, que já tinha sido hostilizada na ultima reunião pela categoria do local da reunião a sua residência e mesmo assim se mostrou solicita para soluções das adequações feitas na quele momento. As ameaças foram concretizadas na saída do Secretario de finanças Junior Aires, seguranças e policias da secretaria de educação, onde alguns professores além das muitas palavras que ferem moralmente, jogaram ovos e outros objetos em todos, o que poderia desencadear maiores atos de violência e dano ao patrimônio, como no ultimo episódio de depredação na câmara municipal, que começou com ovos e perdeu-se o controle, além dos atos de agressão ao Dr. Alex Lorenço, isso após reunião com os coordenadores do sintepp que queriam o pagamento do mês de novembro como vinha sendo feito e de forma intransigente não entrou em acordo e nem dialogo sobre soluções, não ouvindo nem as propostas que a prefeitura tinha para amenizar a situação financeira dos professores e questões de reformulação do PCCR.
 
Esperamos contar com a serenidade de todos para enfrentar este problema posto no ato que em que a Lei municipal do PCCR foi criada, no qual a mesma não pode estar acima da constituição, reforçamos ainda que a greve foi considerada abusiva por prejudicar todo o alunado da rede municipal, onde esperamos a compreenção dos professores para retomada das aulas, sebendo que nenhuma ato de violência é justificável.
 
Prefeitura de Curralinho
Compromisso e Respeito

Você pode Gostar de:

3° vídeo da Série de Reportagens XXII FestAçai

A Série com as três reportagens em HD sobre o XXII Festival do A açaí …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pendik escort

pornorokettube
Acessibilidade